banner

Coleta Seletiva no DF

 

coletaO Distrito Federal adotou um esquema de coleta seletiva que começou a entrar em vigor com mais intensidade na última semana. No início, o programa era coordenado pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e oferecia assistência apenas para o Lago Norte, Brazlândia, Asa Sul e Asa Norte, e em duas quadras do Lago Sul. A partir de agora, a coleta passará a atuar em todo o DF, onde os caminhões recolherão apenas os lixos secos, ou seja, materiais constituídos por papel, papelão, cadernos, revistas, jornais, metais, latas, garrafas, cobre, alumínio, sacos, embalagens, potes e frascos, entre outros.

O lixo orgânico será recolhido pelos caminhões de coleta comum. Porém, de acordo com uma pesquisa nacional, a Ciclosoft (abrangência nacional de periodicidade bianual, realizando o levantamento de dados através de questionários enviados às Prefeituras, juntamente com visitas técnicas com o objetivo de mostrar quais municípios brasileiros recebem assistência dos programas de coleta seletiva), em escala nacional, 766 municípios brasileiros utilizam o programa de coleta seletiva. Isso equivale a 14% do total. Entre os municípios inclusos no programa, 86% estão localizados apenas nas regiões Sudeste e Sul do país. A região Sudeste, em destaque com um total de 52% e 401 municípios operando, é seguida pela região Sul, com 34% do total, ou seja, 257 municípios em ação. Logo em seguida, vem às regiões Nordeste (10% e 76 municípios), Centro-Oeste (2% e 18 municípios) e, por último, a região Norte (2% com somente 14 municípios).

Segundo a apuração, o custo médio para as coletas seletivas nas cidades pesquisadas foi de aproximadamente US$ 212, ou seja, R$ 420. O valor médio da coleta regular gira em torno de R$ 95, então logo se percebe que o valor atual da coleta se encontra 4,5 vezes acima do custo convencional.

No Distrito Federal, os lixos que não obtiverem um reaproveito continuarão a ser transportados para o aterro sanitário que se localiza na cidade Estrutural, que fechará até o meio do ano para dar lugar ao primeiro Centro de Triagem de materiais recicláveis do DF, dividindo espaço com uma Usina de Compostagem da cidade de Ceilândia. Ambos se localizarão no espaço do SLU. Um total R$ 2,3 milhões foram investidos e a inauguração está prevista para ocorrer o mês de maio. Serão construídas quatro unidades nos demais terrenos do SLU. A já citada, em Ceilândia, outra na L4 Norte, Game e Setor de Garagens. Outras serão doadas para cooperativas por intermédio da parceria com o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento). As unidades possuirão capacidade para acomodar 173 funcionários por turno e funcionarão com três escalas diárias de trabalho.

Em nota, o governador Agnelo Queiroz disse que estão divulgando amplamente a coleta seletiva, de modo que esta alerte e informe melhor a população. “Contamos com a colaboração de todos para que possamos melhorar a economia de nossa cidade e a qualidade de vida de todos os moradores. Esta é a primeira cidade do Brasil em que a coleta seletiva será realizada em toda a área urbana e rural”, ressaltou. Entretanto, quanto à coleta seletiva, a população diz se queixar por falta de informação. Em algumas cidades, no primeiro dia da coleta, os caminhões voltaram quase vazios, pois segundo moradores e os próprios funcionários, ninguém sabia ao certo os horários da nova operação das coletas. Ao todo são disponibilizados trinta e dois veículos para a realização da coleta seletiva, que recolherão apenas o lixo seco e que logo em seguida encaminhará todo esse lixo para as cooperativas que farão a seleção e a reciclagem destas matérias. A meta para o Governo do Distrito Federal é alcançar a reciclagem de 15% de todo o lixo seco produzido até o termino deste ano. Entretanto não basta somente contar com o serviço do programa, a consciência deve partir de casa, dos próprios cidadãos.

 

 

modulo entrevista

UM DOCUMENTÁRIO VIVO

Ela esteve ausente até o ano passado, quando atuou na novela “Malhação”. A atriz Silvia Pfeifer vem à Brasília com um espetáculo imperdível sobre a história da cantora lírica Maria Callas. Dirigida por ninguém menos que Marília Pêra

modulo eleicoes

ESTABILIDADE NAS PESQUISAS

A última pesquisa divulgada a respeito das eleições presidenciais apontou um cenário de estabilidade em relação aos levantamentos anteriores. De acordo com Ibope/Rede Globo, a presidente Dilma Rousseff tem 38% das intenções de voto para outubro

modulo economia

FRACO DESEMPENHO

O ano de 2014 não tem sido positivo no que tange a economia brasileira, erodida com os baixos resultados de crescimento e expansão do Produto Interno Bruto (PIB). A equipe econômica da presidente Dilma Rousseff demorou... 

 modulo inter

REGIÕES COBERTAS PELA DISCÓRDIA

Os conflitos na Faixa de Gaza já completaram duas semanas. Um ataque vindo de Israel bombardeou um colégio da Organização das Nações Unidas (ONU), localizado em Beit Hanoun, que abrigava palestinos refugiados 

 

materias09

Um correção na inflação do valor de aluguéis realizada pelo Índice Geral de Preços- Mercado (IGP-M) apontou um resultado negativo de 0,13 ponto percentual, registrado no segundo período de julho, ficando em 0,51%. No mês anterior, no mesmo período, o valor registrado foi de 0,64% 

materias04

A nova fase da seleção brasileira de futebol não será tão nova assim. O técnico Dunga reassumiu o posto, sob críticas de torcedores e ex-jorgadores. Ele atuou entre 2006 e 2010 como o comandante da equipe e, aos 50 anos, está refazendo sua comissão técnica com parceiros que o ajudaram a vencer a Copa do Mundo em 1994 

modulo politicas

“O presidente Putin tem a direta responsabilidade de compelir os rebeldes a cooperarem com as investigações. É o mínimo que a decência exige”. Barack Obama, presidente dos EUA, sobre a queda do avião da Malasya Airlines. 

materias08

Confirmado pela impressa esportiva, o novo técnico da seleção brasileira será novamente o ex-jogador, Dunga.  A notícia não foi muito bem recebida entre os internautas. Famosos se manifestaram nas redes sociais e expuseram suas críticas 

Publicidade

Colunistas

Parceiros